Variadas

Abigail Disney critica alto escalão da “Walt Disney Co.” mais uma vez

Poucos dias após classificar os ganhos de Bob Iger, CEO da The Walt Disney Company, em 2018, de “insanos”, Abigail Disney, uma das herdeiras da empresa, voltou a criticar o alto escalão da companhia.

Através de um artigo escrito no Washington Post, ela afirma quase ter tido um ataque ao verificar a falta de igualidade nos valores pagos na Walt Disney Co. e reiterou as críticas aos baixos valores pagos aos funcionários da base da companhia. “Eu acredito que a Disney poderia abrir caminho, se seus líderes quisessem, para uma forma mais humana e mais decente de fazer negócios”, escreveu. Ela ainda sugere que a empresa coloque de lado os bônus que os altos executivos recebem para distribui-los entre os 10% que formam a base de 200 mil funcionários do grupo.

Também segundo o artigo, apenas seis executivos do alto escalão da Disney, incluindo Bob Iger, receberam valores que giram em torno de US$ 62 milhões, sem incluir os bônus extras. “No nível de pagamento que eles recebem, um executivo abrir mão de metade de seus bônus teria efeito zero na qualidade de vida dele. Enquanto isso, para quem está na base, isso pode significar uma forma de sair da pobreza ou das dívidas. Ainda pode representar acesso a um plano de saúde decente ou à educação de um filho”, afirmou Abigail.

“Aqui vai minha sugestão para os líderes da Walt Disney Co“, escreveu ela no encerramento do artigo, “paguem seus colaboradores de forma justa. Não virem as costas para eles quando eles disserem que não podem viver bem sem contrair dívidas. Vocês não existem apenas para o benefício dos acionistas e executivos”.

A Disney não comentou as últimas declarações de Abigail.