Disney+ Variadas

2022: Disney vai investir US$ 33 bilhões em conteúdo

A The Walt Disney Company planeja aumentar seus gastos gerais com conteúdo para US$ 33 bilhões, no ano fiscal de 2022, que iniciou no último dia 1 de outubro. O valor é US$ 8 bilhões maior que o de 2021, conforme revelado em seu novo relatório anual, arquivado, nessa quarta-feira (25), na “Securities and Exchange Commission”.

Segundo o relatório, que mostrou detalhes sobre o ano anterior e previsões para o próximo ano, a companhia pretende lançar 50 novos títulos nos cinemas e em suas plataformas durante o ano fiscal vigente. Em geral, a General Entertainment Content deverá produzir cerca de 145 programas originais, que serão divididos em 60 séries sem roteiros, 30 séries de comédia, 25 séries de drama, 15 documentários e/ou minisséries, 10 séries animadas, 5 filmes para a televisão e diversos curtas e especiais. De acordo com a Variety, o aumento em seus investimentos revela a intenção da Disney de ampliar seu alcance através do Disney+, do Hulu e do ESPN+.

Com um maior foco nos negócios direct-to-consumer e estes sendo, agora, a maior prioridade da companhia, “que está expandindo seu investimento no streaming com um senso de urgência”, a produção de conteúdo precisa ser ampliada e intensificada. Principalmente, depois de o Disney+ ter registrado um crescimento menor que o esperado no último trimestre fiscal. Os US$ 33 bilhões incluem, portanto, criação de conteúdo nas plataformas, mas também na televisão e no cinema e ainda a compra de direitos para a transmissão de eventos esportivos.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.