Disney Cruise Line

Alterado protocolo de segurança contra COVID-19 em navios

A Disney Cruise Line divulgou, nesta terça-feira (17), uma nova alteração nos seus protocolos de segurança: a partir do próximo dia 7 de junho, os passageiros de todos os cruzeiros com origem nos Estados Unidos e/ou no Canadá não precisarão mais se submeter a testes de COVID-19 no terminal de embarque, sendo, entretanto, necessário que um exame seja feito anteriormente e o resultado submetido à companhia antes da viagem. A medida é válida apenas para quem já está, completamente, vacinado contra o vírus. A empresa ainda salienta que o exame precisa ser feito em até, no máximo, dois dias antes do início do cruzeiro. A submissão deles deve ser feita através do portal “Safe Passage”, disponibilizado para todos os passageiros antes do check-in.

Quem não fizer o teste ou não enviá-lo até à meia-noite do dia que antecede a viagem será obrigado a fazê-lo no terminal de passageiros. Na ocasião, o hóspede será cobrado US$ 74, mais taxas, pelo teste de antígeno. Se necessário, terá de fazer um PCR e pagar mais US$ 125, mais taxas.

Além do teste, a companhia seguirá exigindo que todos os guests com mais de 5 anos estejam, completamente, vacinados para que possam embarcar. Aqueles que têm 4 anos ou menos ou não podem se vacinar por algum motivo estabelecido em lei deverão apresentar um teste negativo, o qual tem que ser feito com até, no máximo, três dias de antecedência da viagem. Essas pessoas também serão obrigadas a fazer um segundo exame no terminal de passageiros, mas os custos serão pagos pela própria Disney.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.