Disney+

Artistas da Pixar estão insatisfeitos com lançamento de “Red” no Disney+

A decisão da Disney de cancelar a estreia de “Red: Crescer é uma Fera” nos cinemas e lançá-la apenas no Disney+ tem dividido opiniões entre os artistas da Pixar. De acordo com o insider Jason Guerrasio, muitos membros do elenco do estúdio estão insatisfeitos com o lançamento na plataforma. “É seguro dizer que todos nós estamos nos sentindo, extremamente, desapontados. Até aquele dia, todos nós pensávamos que Turning Red seria o nosso [da Pixar] retorno aos cinemas, e todo mundo no estúdio estava muito animado a respeito disso. A decisão tomada foi como um soco em todos nós”, disse um colaborador do estúdio, cuja identidade foi mantida em sigilo.

De acordo com a Disney, a decisão foi tomada com base no aumento de infectados pela COVID-19, algo que tem impedido que filmes para toda a família tenham bons resultados. “Essa decisão foi um choque para todos nós. Não é boa, mas a gente entende”, afirmou um segundo membro do elenco. “Com as infecções pela Ômicron estando tão altas, eu acredito que a decisão tenha sido acertada”, pontuou um outro. Desde que a pandemia começou, nenhuma das produções da Pixar foi lançada nos cinemas, e “Red: Crescer é uma Fera” será o terceiro longa do estúdio a estrear apenas no Disney+, seguindo o mesmo modelo de “Soul” e “Luca”. “Dois Irmãos – Uma Jornada Fantástica” foi o último filme da subsidiária a ir para as telonas, em março de 2020.

Com a estreia marcada para 11 de março no Disney+, o retorno da Pixar aos cinemas será através de “Lightyear”, cujo lançamento está previsto para 17 de junho. Até lá, porém, alterações poderão ser feitas.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.