Cinema

Canal da Disney responde a críticas feitas a Halle Bailey

O canal americano Freeform, que pertence ao grupo Disney, usou o Instagram para responder às críticas que a empresa vem sofrendo após escolher Halle Bailey para interpretar Ariel na nova versão de “A Pequena Sereia”. Na legenda da imagem, uma alusão à música “Poor, Unfortunate Souls”, cantada por Úrsula: “Uma carta aberta às pobres e infelizes almas”.

“Sim. O autor original de A Pequena Sereia era dinamarquês. Ariel…é uma sereia. Ela vive em um reino subaquático em águas internacionais e pode nadar para onde bem entender (apesar de que isso aborrece o Rei Tritão). Mas para encerrar os argumentos, vamos dizer que Ariel seja dinamarquesa também. Sereias dinamarquesas podem ser negras porque *pessoas* dinamarquesas podem ser negras. Ariel pode ir à superfície a qualquer momento com seus amigos Sabidão e Sebastião, um caranguejo jamaicano, e manter seu bronze em dia. Pessoas negras e dinamarquesas podem ainda *geneticamente* ter os cabelos vermelhos. Mas estragando a surpresa e voltando ao topo – Ariel é uma personagem de ficção. Então, depois de tudo isso que foi dito, se você ainda não consegue aceitar a escolha da incrível, sensacional, talentosa, bela Halle Bailey porque ‘ela não parece com o desenho animado’, então, nós temos uma notícia para você…sobre você”, diz a postagem, que é encerrada deixando um sentido ambíguo no final sobre o fato de o leitor ser, possivelmente, racista.

Nos comentários, há quem critique duramente a escolha e também a carta, dizendo, inclusive que quem a escreveu merece ser demitido devido à falta de profissionalismo do conteúdo postado.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.