web analytics
Hong Kong Disneyland Resort

Cinquenta dias sem Hong Kong Disneyland

Há exatos cinquenta dias, o parque Hong Kong Disneyland fechou devido ao surto de Coronavirus que, até então, estava provocando uma série de prejuízos e mortes de forma mais localizada na China. Várias semanas depois, o COVID-19 foi declarado como pandemia pela Organização Mundial de Saúde, e a Walt Disney Co. obrigada a fechar todos os seis resorts ao redor do mundo. Walt Disney World será o último a fechar e encerrará as operações neste domingo (15), tendo estado com mais frequência nos noticiários. Enquanto isso, HK Disneyland tem vivido mais um período de quase esquecimento e anonimato.

No Instagram, algumas contas focadas no resort têm feito uma contagem progressiva da quantidade de dias que o complexo está sem funcionar. O prejuízo tem sido não apenas da companhia, mas daqueles que vivem, nessa era digital, dos frutos gerados por postagens nas redes sociais.

Logo quando fechou, a Disney estimou que o prejuízo do complexo ficaria em torno dos US$ 145 milhões, entretanto o número deverá subir substancialmente. Atualmente, apenas um hotel do resort, o “Hong Kong Disneyland Hotel”, segue funcionando. Os outros dois, o “Disney’s Explorers Lodge” e o “Disney’s Hollywood Hotel”, foram fechados ainda em fevereiro, e novas reservas não são aceitas. Em compensação, é possível reservar um quarto no “Disneyland Hotel” ainda para esta semana.

Por enquanto, ainda não se sabe quais serão as próximas medidas tomadas no complexo contra o COVID-19. Apesar de Shanghai Disney Resort ter voltado a operar parcialmente no último dia 9, nada se fala sobre uma possível reabertura de HK e, assim, o complexo que já vinha sofrendo devido aos protestos políticos em Hong Kong segue caminhando para um lugar obscuro, o qual poderá definir o futuro de um dos mais charmosos resorts da Disney.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.

Facebook

Parceiros