Disneyland Paris Resort

Complexo se prepara para reabrir

Desde que fechou, ainda em outubro de 2020, Disneyland Paris Resort tem aproveitado a calmaria no complexo para fazer obras de manutenção e reparo. Várias das fachadas da Main Street U.S.A, no principal parque, por exemplo, foram restauradas, e o Castelo da Bela Adormecida tem sido, completamente, revitalizado. Quem também, mesmo com os parques fechados, não deixa de receber a atenção dos cast members são os jardins. “Nós não paramos de trabalhar. Desde março, 50% das nossas equipes estão trabalhando para manter os mais de 400 hectares de área de verde que temos. Também temos sempre que garantir o manejo da irrigação”, explicou Pierrick Paillard, supervisor do departamento de Horticultura, em entrevista ao Le Parisien.

“Nós somos responsáveis pelo maior jardim da Europa, com cerca de 35 mil árvores e cerca de 1 milhão de flores, além de 10 mil quilômetros de irrigação, 45 mil aspersores e ainda 35 colmeias e caixas que são ninhos para aves selvagens”, completou Paillard, que trabalha no complexo desde a inauguração em 1992.

Foto: Sylvain Beche

Com os parques sem visitantes, os horários de trabalho de todas as equipes de manutenção foram alterados. “Normalmente, quando o parque está aberto à visitação, nós temos que trabalhar nas sombras. Sem os visitantes, nós não precisamos começar de madrugada. Pode ser durante o dia, o que é mais agradável e nos permite ser mais eficientes”, explicou Paillard. Mas, se, por uma lado, a ausência de guests permite que o ritmo de trabalho seja acelerado, por outro, é sinal de prejuízo. “Certamente, é melhor poder montar as partes mais complicadas da decoração com flores à luz do dia. Às vezes, é uma sensação agradável ter o parque apenas para nós, mas é triste ver este lugar vazio. Estou com saudade de voltar a ver a reação do público ao nosso trabalho”, comentou Manon Hazebroucq.

Foto: Sylvain Beche

Dos cerca de 14 mil cast members do complexo, cerca de mil continuaram o trabalho mesmo com os parques fechados. Eles são responsáveis pelos jardins, pela segurança e por manutenções diárias, as quais foram aceleradas desde que a data de reabertura do resort foi definida. Agora, a pouco mais de duas semanas para a retomada das atividades, vários são os preparativos para receber os visitantes, mais uma vez.

Logo na entrada do estacionamento dos parques, por exemplo, operários e caminhões estão asfaltando cada uma das faixas. Já no estacionamento em si, as tendas estão sendo lavadas e ostentam uma nova aparência. “As pessoas não têm ideia de todo o trabalho necessário [no complexo]. O fechamento permitiu que a gente concluísse obras pendentes, incluindo a reformulação de alguns canteiros. Também conseguimos fazer um trabalho mais aprofundado nos pisos sem que tivéssemos pessoas presentes”, disse Hazebroucq.

Em Disney Village, o mural do “Planet Hollywood”, onde se veem imagens de alguns artistas, está sendo pintado e limpo, mais uma vez. A fachada do teatro que era usado para o “Buffalo Bill’s Wild West Show” também está recebendo uma nova demão de tinta e, em breve, deixará de exibir as marcas da enorme estátua de Mickey, que ficava pendurada na entrada.

Os parques de Disneyland Paris Resort voltarão a funcionar no dia 17 de junho. Na mesma ocasião, Disney Village e o “Disney’s Newport Bay Club” também reabrirão. Até lá, a “World of Disney” estará aberta apenas durante os finais de semana.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.