Cinema

“Cruella” está bem avaliado pelo público

“Cruella” estreou, nesta sexta-feira (28), nos cinemas de vários países e também no Disney+ e tem agradado o público. Diferentemente do que ocorreu com a maior parte dos críticos que assistiram ao filme, os espectadores parecem estar gostando da produção. No Rotten Tomatoes, o longa está com apenas 72% de aprovação por parte da crítica especializada, um pouco menos que o índice dessa quinta-feira (27), mas 95% por parte da audiência.

“Eu realmente gostei do filme, do começo ao fim. Se você puder ir vê-lo, vá. Eu recomendo 100%”, escreveu um espectador no site. “Gostei muito do enredo e da história de Cruella. Gostei mais ainda porque não se parece com 101 Dálmatas“, afirmou outro. “Um humor, atuação e fantasia maravilhosas. As duas Emmas [Stone e Thompson] são sem defeitos. É um filme para toda a família e também um ótimo escape para os adultos”, disse uma frequentadora do Rotten Tomatoes. Dentre outras críticas, houve ainda quem tenha considerado o longa “fenomenal”, “maravilhoso”, “bem acabado”e “divertido”.

Algumas pessoas, porém, concordaram com parte dos jornalistas e relataram que o enredo, principalmente, no início, é problemático. “A atuação é excelente, mas o enredo poderia ser mais forte”, disse um. “Minha única reclamação é que demora muito para chegar aonde precisamos”, disse outro.

Os próximos dias serão cruciais para uma melhor avaliação do filme. A partir da noite desta sexta (28), um maior número de pessoas verá a produção e deixará suas opiniões nas redes sociais, o que poderá funcionar como um termômetro para saber se, afinal de contas, a arrecadação irá cobrir os custos de produção, que rondam os US$ 150 milhões, ou não.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.