Cinema

“Eternos” perde a liderança do fim de semana, nos EUA

Em seu terceiro fim de semana de exibição nos cinemas, “Eternos” perdeu a liderança do ranking dos filmes mais vistos dos Estados Unidos e caiu para o segundo lugar, arrecadando apenas US$ 10.8 milhões, no país. O desempenho da produção da Marvel Studios caiu 59.7% em relação ao sábado e domingo anteriores, e o faturamento, em cada uma das sessões onde foi exibida, foi de somente US$ 2.669. O filme continua em cartaz em 4.055 salas americanas.

Internacionalmente, o longa de Chloé Zhao está alcançando melhores números. Até a noite desse domingo (21), arrecadou um total de US$ 336.117 milhões, sendo 59.6% do valor, ou seja, US$ 200.3 milhões, frutos de mercados estrangeiros, e o restante, US$ 135.8 mi (40.4%), doméstico. Para um filme tão publicizado e aguardado como “Eternos”, os resultados não são considerados bons e poderão sequer se igualar aos de “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”, que encerrou sua exibição nos cinemas com US$ 430 milhões.

Fim de semana

Nos Estados Unidos, o filme mais visto do fim de semana foi a nova versão de “Ghostbusters”, “Ghostbusters: Afterlife”, que chega aos cinemas 37 anos depois do original. A produção arrecadou, de acordo com o Box Office Mojo, surpreendentes US$ 44 milhões. A expectativa é que ela encerre sua exibição com pouco mais de US$ 240 milhões acumulados. Em terceiro lugar aparece “Clifford the Red Dog”, com US$ 8.1 milhões. Na sequência, ficou “King Richard”, que conta a história das jogadoras Venus e Serena Williams, com US$ 10 milhões, abaixo do esperado. Fechando o ranking, “Dune” faturou US$ 3.1 milhões.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.