Variadas

EUA volta a recomendar uso de máscaras

O Centers for Disease Control and Prevention atualizou suas recomendações de segurança contra a COVID-19, na noite dessa terça-feira (27), e, conforme esperado, voltou a recomendar o uso de máscaras mesmo para alguns indivíduos que já estão, completamente, vacinados. De acordo com o órgão, aqueles que moram em áreas onde a taxa de transmissão é considerada alta devem voltar a utilizar o equipamento. As pessoas que vivem ou interagem com frequência com quem possui comorbidades ou são de risco também devem cobrir o nariz e a boca sempre que estiverem em ambientes fechados.

O CDC considera todo o estado da Flórida, bem como o Condado de Orange e o de Los Angeles, na Califórnia, por exemplo, como áreas com altas taxas de transmissão e, por isso, os moradores e visitantes devem retomar o uso das máscaras, que havia se tornado opcional para quem estava vacinado, no último mês de maio. Ainda de acordo com o órgão, 46% de todos os condados americanos possuem “high levels of COVID-19”, ou seja, altas taxas de transmissão, enquanto 17% têm uma transmissão considerada “substancial”. “Recentemente, nós temos avaliado dados referentes aos surtos do vírus e temos constatado que a variante Delta se comporta de maneira diferente das outras variantes que causam a COVID-19. Isso é preocupante para nós e, infelizmente, nos obriga a modificar nossas recomendações”, afirmou a Diretora do CDC, Dra. Rochelle Walnsky, em entrevista à CNN.

“Se você possui um indivíduo vacinado em um lugar onde a transmissão é alta ou substancial, e ele está em contato com várias outras pessoas, 1 em cada 20 ou 1 em cada 10 poderá ser a responsável por um novo surto, mesmo com a eficácia da vacina sendo de 90% a 95%”, afirmou a médica.

Atualmente, a variante Delta é a responsável por 83% das novas infecções registradas nos Estados Unidos. “Essa nova variante tem nos mostrado, diariamente, que é uma oportunista e que pretende ser mais esperta que nós. Em algumas ocasiões, as pessoas já vacinadas, mas infectadas por essa variante podem contagiar outras. Mesmo os vacinados podem ter uma carga viral semelhante a quem ainda não se vacinou”, explicou a Dra. Walnsky, enfatizando a importância de todos voltarem a usar máscaras.

Com as novas recomendações, estudantes e professores terão que se proteger quando retornarem às escolas, no próximo mês. As crianças com menos de 12 anos foram colocadas no grupo considerado de risco e, por isso, todos os adultos que tiverem contato com elas deverão prestar atenção aos cuidados.

Foto: Getty

Apesar de Walt Disney World Resort e Disneyland Resort estarem em condados de “alto risco de transmissão”, nenhuma alteração nos protocolos de segurança foi feita até o momento.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.