Variadas

Ex-CEO avisa que não vai se aposentar

Desde que confirmou sua saída da The Walt Disney Company em dezembro deste ano, muitos têm se perguntado o que fará Bob Iger, ex-CEO da companhia e atual Executive Chairman. Em uma entrevista gravada, recentemente, para a rádio SiriusXM, ele afirmou que ainda não tem certeza sobre seu futuro, mas que não vai se aposentar. “Eu não estou me aposentando. Eu nem sequer posso fazer isso”, disse. “Primeiramente, minha mulher ainda está trabalhando, meus filhos todos já saíram de casa. Eu não vou sentar e maratonar filmes e programas de televisão. Então, eu ainda preciso decidir o que vou fazer, mas não vou fazer isso agora porque ainda estou na Disney e não quero me comprometer no momento, senão quando eu sair, eu vou acabar sem liberdade. Eu quero um pouco de lazer na minha vida e mais aventura, o que quer que isso seja”, completou.

A entrevista completa de Iger só vai ao ar no dia 6 de abril, mas o The Hollywood Reporter teve acesso a alguns trechos dela. Em um dos momentos, o executivo, inclusive, explicou porque deixou o cargo de CEO de forma tão repentina no início de 2020. “Eu não queria prolongar minha estadia. Eu realmente queria ter saído em um momento em que me sentisse bem, que soubesse que tinha conquistado muitas coisas, que eu não tinha atingido muitos redutores de velocidade ou que minha sorte havia acabado. Eu queria que o tempo fosse o correto, e quinze anos eram o bastante, então eu fiz a proposta para os diretores – eu sei que pareceu algo muito repentino porque nós nos mantivemos em silêncio – mas, meses antes do anúncio, eu propus que continuasse com a companhia até o final do meu contrato, que é dezembro de 2021, mas em uma outra função”, explicou.

Foto: Rachel Luna/Getty

“Eu pensei, então, que a melhor coisa que eu podia fazer pela companhia era, em primeiro lugar, ter a certeza de que a sucessão seria bem sucedida e que o meu sucessor seria bem sucedido. Em segundo lugar, deixar a companhia na melhor situação possível em termos criativos”, afirmou ele.

Iger também disse que, antes de deixar a Disney, pretende se despedir de colegas de trabalho. “Eu imagino que, nos próximos meses, minha relevância começará a diminuir, mas existem alguns lugares a que eu pretendo ir. Eu espero que a COVID permita eu me despedir de pessoas que foram muito importantes na minha carreira na Disney [….] Por exemplo, nós vamos começar a celebrar o aniversário de cinco anos do nosso complexo em Shanghai, nessa primavera, e eu pretendo, em algum momento, ir até lá e ver tudo aquilo como uma pessoa normal”, concluiu.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.