Disney+

Filme é transformado em documentário

“The Beatles: Get Back”, o tão aguardado filme de Peter Jackson sobre os últimos anos dos Beatles não irá mais estrear nos cinemas e, sim, no Disney+. A informação foi divulgada, na última semana, pela Disney, que informou que, devido à quantidade de imagens e cenas inéditas que o diretor tem, elas serão compiladas em um documentário com três episódios de duas horas (cada).

Para a criação do programa, foram usadas mais de 56 horas de filmagens inéditas, feitas em janeiro de 1969. Na época, os Beatles estavam trabalhando no álbum “Let It Be”. O documentário será lançado durante o fim de semana de Ação de Graças, nos Estados Unidos, nos dias 25, 26 e 27 de novembro deste ano. “Como um grande fã dos Beatles, eu estou absolutamente feliz que o Disney+ será a casa desse documentário extraordinário, criado pelo lendário cineasta Peter Jackson”, disse Bob Iger, Chairman da The Walt Disney Company. “Essa coleção fenomenal de imagens inéditas permitirá que o público veja a camaradagem que existia entre os integrantes e o impacto que eles tiveram em todo o mundo. Nós mal podemos esperar para que todos possam ver”, completou.

“Por cerca de seis horas, as pessoas terão a chance de ver a intimidade dos Beatles de uma forma que a gente nunca pensou que seria possível. Eu estou muito grato por poder apresentar essa história da maneira que penso que ela deveria ser contada. Eu tenho estado mergulhado nesse projeto há quase três anos e estou muito animado para que o mundo possa, finalmente, vê-lo”, afirmou Peter Jackson.

O documentário está sendo produzido com a colaboração de Paul McCartney, Ringo Starr, Yoko Ono Lennon e Olivia Harrison. Antes da estreia oficial, no dia 12 de outubro, um livro, também chamado de “The Beatles: Get Back”, será lançado e vai ser um complemento para o documentário, com as transcrições das conversas mostradas entre os integrantes do grupo.

“The Beatles: Get Back” deveria ter sido lançado em setembro de 2020, mas foi adiado por causa da pandemia. A estreia estava prevista, até então, para agosto deste ano. Novembro é, agora, a data definitiva, e os assinantes do Disney+ não precisarão pagar nada para ter acesso ao documentário.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.