Walt Disney World Resort

Homem é preso depois de ameaçar explodir Castelo da Cinderela

Um canadense de 22 anos foi preso, na última segunda-feira (16), na fronteira entre os Estados Unidos e o Canadá depois que as autoridades da “U.S. Customs and Border Protection” perceberam que ele tinha um mandado de prisão em aberto desde 2019. A ordem foi expedida depois que Matthew Carney ameaçou explodir o Castelo da Cinderela, em Magic Kingdom. Na ocasião, o jovem de 19 anos fez declarações perturbadoras a uma segurança de Walt Disney World Resort. “Eu tenho uma bomba” e “Eu vou explodir o Castelo” foram algumas das frases ditas por ele.

Carney foi, então, levado para uma sala, na região de Magic Kingdom, e foi questionado pelo responsável pela segurança da área. Ele voltou a repetir sua declaração. “Ele estava com a cara fechada, não estava rindo e continuou muito sério enquanto falava as mesmas frases”, revela o boletim de ocorrência registrado, no dia, pelo “Orange County Sheriff’s Office”. Oficiais do condado encontraram junto com o canadense dois aparelhos de celular. Um deles já não mais operava. O segurança, em nome da Disney, prestou uma queixa formal, mas as acusações só foram apresentadas, oficialmente, pela Procuradoria da Flórida em agosto de 2020, mais de um ano depois do incidente. O mandado de prisão, então, foi expedido.

De acordo com a FOX35 Orlando, a polícia procurou Carney por três anos, mas só o encontrou na última segunda (16). Ao ser identificado, ele foi entregue às autoridades de Ogdensburg, no estado de Nova Iorque, onde segue preso, sob custódia do “St. Lawrence Sheriff’s Office”. Na época em que fez a ameaça, Carney fazia parte de um programa de estágios da própria Disney. Aos oficiais, ele afirmou desconhecer o mandado de prisão.

“Em 16 de maio, oficiais do CBP [U.S. Customs and Border Protection] encontraram um veículo de passageiros ocupado por um cidadão canadense viajando sozinho. Durante o processo de inspeção, descobriu-se que o motorista do veículo, Matthew Carney, tinha um mandado ativo do National Crime Information Center (NCIC) emitido pelo Orange County Sheriff’s Office, na Flórida, por fazer uma ameaça de bomba à equipe de Disney World. O mandado decorreu de um incidente em 2019 enquanto Carney era empregado de Walt Disney World”, afirmaram as autoridades. “Esse incidente destaca o trabalho contínuo que o CBP faz ao lado de nossos muitos parceiros para aplicar a lei. Estamos sempre desempenhando um papel vital na manutenção da segurança de nossas comunidades“, acrescentou o diretor do porto de Ogdensburg, Thomas Trimboli.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.