web analytics
Hong Kong Disneyland Resort

Hong Kong Disneyland perde visitantes por causa de protestos

Os protestos a favor da democracia, na China, que ocorrem desde junho, têm afastado visitantes de Hong Kong Disneyland. Em julho, os números haviam caído em cerca de 5%, subindo para 40%, em agosto. A indústria hoteleira tem perdido dinheiro, e o aeroporto internacional da cidade assistiu à passagem de -12.4% de passageiros.

De acordo com um artigo publicado pela CNN, a maioria dos visitantes do parque é chinesa, e eles têm se afastado do resort, nos últimos meses, por causa das confusões na cidade, as quais têm sido classificadas como “atos de terrorismo” por oficiais.

Com a queda no número de guests, filas de brinquedos como a “Hyperspace Mountain” tem estado bem menores que o normal. A estreia das comemorações de Halloween, em setembro, deve atrair mais pessoas para o complexo. Pelo menos, essa é a esperança da Disney, que segue investindo no parque.

O castelo, por exemplo, continua sendo modificado. A torre mais alta do ícone já foi instalada e também alguns dos acabamentos que irão homenagear as princesas da companhia.

Nos próximos meses, a Disney continuará a alterar o castelo. Outras torres serão acrescentadas, e mais acabamentos, feitos. A parte frontal do ícone também será modificada.

A obra só será finalizada em 2023.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.

Facebook

Parceiros