Hong Kong Disneyland Resort

Parque altera a estrutura de venda de ingressos

A partir dessa terça-feira (19), Hong Kong Disneyland alterará o sistema de preços de seus ingressos e, como outros parques da companhia ao redor do mundo, passará a variar os valores com base na demanda e época do ano. Ou seja, desta semana em diante, os bilhetes terão dois preços, um para períodos de baixa estação e outro que será usado em dias de maior procura, tais como feriados e festas importantes. “A nova estrutura será baseada na demanda e terá dois valores diferentes, um para Regular Days e outro para Peak Days“, afirmou o resort, que ainda salientou que, segundo o novo calendário, o primeiro dia considerado “Peak” será em 20 de novembro.

Atualmente, os ingressos para o parque (1 dia) custam o equivalente a US$ 82 para os adultos e US$ 61 para as crianças. Em dias normais, os tickets permanecerão à venda pelo mesmo valor, mas, nos dias de pico, passarão a custar US$ 90 e US$ 67. “Essa nova estrutura vai nos ajudar a melhor distribuir a visitação ao longo do ano, a gerenciar de forma mais eficiente a demanda e a entregar uma melhor experiência aos nossos visitantes”, acrescentou a Disney.

Os valores dos passes anuais, conhecidos no complexo como “Magic Access Memberships”, também serão alterados. Os da categoria “Platinum” subirão de US$ 463 para US$ 514. Os da “Gold”, de US$ 265 para US$ 268 enquanto os mais baratos, da “Silver”, continuarão sendo vendidos por US$ 164. Entre 19 de outubro e 19 de novembro, quem quiser renovar seu passe receberá 30% de desconto, entretanto apenas aqueles que expiram antes ou no dia 30 de abril de 2022 poderão se valer do benefício.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.