Walt Disney World Resort

Linha de trem sofre oposição

Uma reunião foi realizada, nessa quinta-feira (10), para definir como se dará a cosntrução da linha de trem que pretende conectar o Aeroporto Internacional de Orlando a Tampa, passando por Walt Disney World Resort, e, de acordo com o Orlando Business Journal, a “Brightline”, responsável pelo projeto, está com dificuldade de avançar devido a objeções feitas pela “Central Florida Expressway Authority” e algumas associações locais.

A empresa apresentou duas possíveis rotas para a linha, uma que seria construída ao longo da Taft-Vineland e outra da Rodovia 417, sendo essa a preferida da “Brightline” devido aos menores custos. Os moradores da comunidade de “Hunter’s Creek”, porém, afirmam que a proximidade da ferrovia com suas casas desvalorizaria as propriedades e pedem que a companhia opte pela outra opção, que, por sinal, foi também a escolhida pela Câmara de Comércio que representa os negócios situados na International Drive. Eles acreditam que o desenvolvimento de uma estação no local atrairia mais turistas para a área.

Para reforçar seu ponto de vista, a “International Drive Resort Area Chamber of Commerce” apresentou um estudo que comprova que os custos da rota pela Taft/Vineland seriam semelhantes aos da 417 e que as estimativas feitas pela “Brightline” estariam equivocadas. “O estudo concluiu que a devida diligência desse projeto não foi realizada e que a rota 528 Taft/Vineland oferece uma opção mais eficaz, tendo uma estação no Orange County Convention Center para atender o corredor da I-Drive. Nós acreditamos que essa rota é eficiente, inclusiva e não tão cara quanto a Brightline está projetando”, afirmou um representante da Câmara de Comércio.

O Vice-Presidente de Infraestrutura da “Brightline” se defendeu, afirmando que os custos foram feitos com base na experiência da empresa. “Os dados básciso de custo são da nossa experiência atual enquanto estamos construindo uma ferrovia de alta velocidade entre Cocoa e Orlando. Existe a possibilidade de que possamos estar sendo tendenciosos, mas estamos procurando a melhor forma de chegar a Tampa e temos um forte incentivo econômico para fazer isso”, disse Michael Cegelis.

A empresa tem até 31 de julho deste ano para definir qual rota usará, e a oposição que está sofrendo poderá atrasar todo o projeto. De acordo com a previsão atual, a rota para Tampa estaria terminada até 2029. A inauguração da estação em Disney Springs, porém, continuaria sendo em 2026.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.