Disney+

“Loki” é a série mais vista dos EUA

Ninguém tem dúvidas a respeito do sucesso de “Loki”, ou melhor, quase ninguém. Aqueles que ainda tinham poderão comprovar, agora, através de números, que a série só cresce em popularidade. De acordo com novos dados divulgados pelo Parrot Analytics, nessa terça-feira (13), o programa da Marvel Studios foi o mais assistido nos Estados Unidos, entre os dias 4 e 10 de julho, desbancando concorrentes como “Stranger Things” e “The Mandalorian”, que aparecem, respectivamente, em segundo e terceiro lugares. Enquanto o seriado da Lucasfilm manteve seus números, o da Netflix caiu. A lista ainda possui outros três títulos do Disney+: “WandaVision” surge na quarta posição, “Star Wars: The Clone Wars”, na sexta, e “Falcão e o Soldado Invernal”, na nona.

Ainda de acordo com o site, a procura por “Loki”, nos EUA, foi 27.5 vezes maior que a média de outras séries no país, nos últimos 30 dias. “Apenas 2.7% de todos os programas de televisão, nesse mercado, atingem esse nível de demanda”, especificou a publicação, que ainda acrescentou que o crescimento do seriado, nesse mesmo período, foi de 210.9%. Como se isso não bastasse, no gênero “Aventura e Ação”, a série tem uma demanda 98.9% superior às suas concorrentes.

Brasil

No Brasil, a série também tem feito bastante sucesso. Segundo o mesmo site, a audiência de “Loki”, no Brasil, foi 16.7 vezes maior do que a média das mais assistidas nos últimos 30 dias. A demanda do programa aumentou 838.4%, nesse mesmo período.

O sexto e último episódio de “Loki” foi lançado, nesta quarta-feira (14), e confirmou que retornará em uma segunda temporada. A data de lançamento, porém, continua indefinida.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.