Cinema

Marvel é acusada de plagiar figurinos

A Marvel e a Disney estão sendo processadas por uma empresa canadense, que acusa o estúdio de plagiar alguns dos figurinos que aparecem em filmes das franquias “Homem de Ferro”, “Homem-Formiga” e “Vingadores”. A informação é do CTV News, que afirma que a “Horizon Comics”, de propriedade de Ben e Raymond Lai, alega que vários designs utilizados nas produções foram roubados de seus desenhos. O processo visa a “colocar um fim nessa violação persistente e deliberada e ainda a obrigar os acusados a pagarem compensação pelos danos causados à Horizon Comics“.

A publicação afirma que os Lai perceberam as primeiras semelhanças de seus designs com os apresentados pela Marvel em 2013, quando “Homem de Ferro 3” foi lançado. A armadura usada por Robert Downey Jr. seria, praticamente, igual a uma outra criada pela dupla “e usada por um Caliban, uma das personagens que aparecem em Radix 1“, da “Horizon”.

No mesmo ano, a empresa de quadrinhos entrou com uma ação na Justiça americana, que, por sua vez, concluiu que não havia violação de direitos. Em 2019, o processo foi finalizado, e o juiz Paul Oetken afirmou “não ter encontrado evidências que provassem semelhanças entre o design visto no pôster de Homem de Ferro 3 e o desenho do Caliban”. A “Horizon Comics” alega um prejuízo processual de mais de US$ 1.5 milhão e, agora, quer reaver não apenas essa perda, mas outras causadas pelo lançamento de “Vingadores: Guerra Infinita”, em 2018. De acordo com seus responsáveis, a roupa usada, mais uma vez, pelo Homem de Ferro no filme é semelhante à de Maxwell, personagem de “Radix”.

A empresa também afirma enxergar semelhanças entre designs de “Radix 2” e “Homem-Formiga e a Vespa”. “Os irmãos Lai ou mesmo a Horizon nunca deram autorização, explícita ou não, para que reproduzissem seus trabalhos. Pelo contrário, uma ação movida nos Estados Unidos já havia solicitado reparação desses danos, mas a Marvel continuou infringindo a política de direitos autorais em anos consequentes”, alega a defesa da “Horizon Comics”.

A Disney não se pronunciou a respeito das acusações.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.