Variadas

Morte de Doutor Estranho é confirmada

Através do Twitter, a Marvel anunciou o fim das histórias de Doutor Estranho nos quadrinhos. “A saga final da #MarvelComics Sorcerer Surpreme começa em setembro”, anunciou a legenda da postagem, que foi acompanhada de uma imagem com o título da série final, “A Morte de Doutor Estranho”.

A personagem foi criada, ainda na década de 60, por Stan Lee e Steve Ditko, e foi introduzida como o protetor da Terra contra ameaças sobrenaturais e mágicas. Nos cinemas, porém, a personagem só apareceu, pela primeira vez, em 2016, e fez um enorme sucesso. “Doutor Estranho”, protagonizado por Benedict Cumberbatch, arrecadou mais de US$ 670 milhões. Nos anos seguintes, Stephen Strange voltou às telas em “Thor: Ragnarok”, “Vingadores: Guerra Infinita” e “Vingadores: Ultimato”. Ainda este ano, retornará em “Homem-Aranha: No Way Home” e, posteriormente, em “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura”.

Mas, afinal, a morte dele nos quadrinhos deverá impactar a personagem no MCU? Apesar de as aventuras das HQs e dos filmes e séries, geralmente, serem próximas, pelo menos por enquanto, é difícil acreditar que a Marvel Studios elimine uma personagem tão popular, principalmente, quando outras como Tony Stark, Steve Rogers e Natasha Romanoff já encerraram seus ciclos. Rumores dão conta, por sinal, de que a Viúva Negra, que morreu em “Ultimato”, irá retornar em outras produções após a estreia do seu filme solo. O Geekosity, por exemplo, publicou, recentemente, que o estúdio estaria buscando uma maneira de trazê-la de volta e que não estaria certo a respeito de Florence Pugh assumir o manto da espiã.

Resta aos fãs, então, aguardar para ver como a Marvel irá prosseguir com o Doutor Estranho. Mas, em se tratando do Mestre das Artes Místicas, tudo pode acontecer e, até mesmo nos quadrinhos, sua morte pode não ser definitiva.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.