Hong Kong Disneyland Resort

Orquestra grava nova versão de música

Não faz muito tempo que a The Walt Disney Company acrescentou uma quinta chave aos seus princípos básicos. A inclusão é, agora, uma das preocupações da empresa que tem mudado atrações para melhorar ou corrigir a forma como povos são representados, permitido maior flexibilidade aos cast members na hora de se expressar e ainda promovido campanhas que buscam colocar um ponto final no preconceito, seja de raça, religião, cor ou orientação sexual.

Seguindo esse mesmo objetivo, Hong Kong Disneyland fechou uma pareceria com a maior orquestra inclusiva da China, a “True Colors Symphony”, para desenvolver uma nova versão para a música-tema de “Aladdin”, “A Whole New World”. “Dizem que a música é algo que une as pessoas e foi, justamente, isso o que fez Hong Kong Disneyland [….] Essa nova versão de A Whole New World tem como objetivo celebrar diversas vozes, sons e culturas. Não é à toa que o Castle of Magical Dreams, que simboliza um mundo de possibilidade e esperança para todos, foi usado como cenário para a gravação do clipe”, afirmou Thomas Smith, Editor-Chefe do The Disney Parks Blog.

“A True Colors Symphony é uma orquestra inclusiva. Nossos membros têm entre 7 e 70 anos. Eles são de diferentes raças, e todos têm problemas de visão ou audição e autismo”, explicou Ignatius Ho, fundador do projeto. Para a gravação, que contou com a presença de Mickey e Minnie Mouse, 22 músicos, com diferentes tipos de deficiência, foram convidados. Uma mistura de instrumentos do Oriente e do Ocidente foi usada. “O Castle of Magical Dreams é feito com cores brilhantes e vibrantes. O nome True Colors Symphony representa aquilo que somos de verdade”, explicou Phil Lam. “Para mim, inclusão é valorizar a singularidade de cada pessoa, mostrando respeito e compreensão por cada uma”, disse Daniel Lei.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.