web analytics
Cinema

Paciente terminal assiste a “Rise of Skywalker” antes da estreia mundial


Esta semana, um asilo de New Hampshire, na Inglaterra, postou, em sua conta no Twitter, um pedido emocionante. Um de seus pacientes terminais é um grande fã de “Star Wars”, mas poderá não estar vivo quando “The Rise of Skywalker” for lançado mundialmente no dia 20 de dezembro.

Por isso, alguém da instituição escreveu na rede: “Alguém pode ajudar? Nós temos um paciente que é um GRANDE fã de #StarWars. Tristemente, o tempo está contra ele, e o dia 20 de dezembro deve ser muito tarde. Seu último desejo é assistir a The Rise of Skywalker com seu filho. Se você souber de ALGUÉM que possa ajudar, por favor compartilhe. Obrigado”.

Pouco tempo depois de a postagem ser feita, ninguém menos que Bob Iger, CEO da Walt Disney Co., escreveu que o pedido seria concedido, e que o paciente assistirá ao filme com seu filho mais novo em uma sessão privativa.

O paciente, cujo nome não foi divulgado, assistiu ao filme na manhã dessa sexta-feira (29). O asilo precisou assinar uma série de documentos de sigilo sobre o longa. Apenas o paciente e o filho puderam participar da sessão.

Essa não é a primeira vez que Iger concede pedidos do gênero. No primeiro semestre deste ano, ele ajudou soldados americanos, no Iraque, a assistirem a “Vingadores: Ultimato” e provou que as redes sociais podem, e devem, ser usadas para o bem.