Cinema

Peter Dinklage e Jeff Goldblum foram cortados de “Love and Thunder”

A poucos dias da estreia de “Thor: Love and Thunder” nos cinemas, Christian Bale, que interpretará Gorr, o vilão do filme, revelou que chegou a gravar cenas com Peter Dinklage e Jeff Goldblum para a produção, mas elas terminaram sendo cortadas. Dinklage apareceu, previamente, em “Vingadores: Guerra Infinita” enquanto Eitri. Já Goldblum deu vida ao The Grandmaster em “Thor: Ragnarok”. “Eu tive a chance de trabalhar com Peter Dinklage, mas ele não está na versão final do filme. Ele é fantástico. Também trabalhei com Jeff Goldblum, mas ele não está na versão final também. Como você vê, muitas coisas terminam sendo cortadas, mesmo quando elas são belas e brilhantes”, disse ele.

Ainda durante a entrevista com o Prensa Escenario, Bale disse que se sente muito honrado em passar a fazer parte do MCU, apesar de não ter visto todos os filmes da Marvel Studios. “A Marvel tem algumas personagens que têm bastante impacto no público. A primeira vez que eu vi o Chris Hemsworth interpretando Thor foi em Ragnarok e nesse [Amor e Trovão]. Eu não assisti aos outros. Mas você tem um ator que nasceu para interpretar essa personagem. Quem mais poderia interpretar Thor? Você tem um ator que é um homem enorme, mas é o mais gentil de todos os seres, e ele é magnífico enquanto essa personagem”, afirmou.

O ator ainda elogiou a parceria de Hemsworth e Taika Waititi, diretor da produção. “A partir de Ragnarok, esses filmes acrescentaram muito senso de humor. Isso é algo que o Taika faz como ninguém. Ele e o Hemsworth são uma dupla impressionante, mas eles também conseguem acrescentar emoção aos filmes. Isso me surpreendeu muito quando eu vi Amor e Trovão. Esse [filme] é mais emocionante do que eu jamais pensei que poderia ser. O Taika é um mestre em juntar comédia e tragédia”, acrescentou Bale, que ainda disse que interpretar um vilão é o mais fácil dos trabalhos. “Interpretar um vilão é o trabalho mais fácil que há. Todo mundo é fascinado com os vilões. Interpretar um herói é a parte mais difícil”.

Para ser transformado no Carniceiro dos deuses, Bale disse que tinha que chegar ao set de produção quatro horas antes que o restante do elenco. “Para me transformar nesse vilão, nós precisamos de brilhantes artistas que fazem um trabalho incrível de maquiagem. A princípio, eu pensei que tudo seria feito com computação gráfica. De repente, comecei a me questionar o porquê de eu estar sendo chamado com quatro horas de antecedência do que o restante do elenco. E, então, eu percebi que toda a caracterização da personagem seria feita com maquiagem e não apenas com alguns pontos no rosto que seriam, depois, transformados por computadores. Essas pessoas são tão responsáveis por criar a personagem quanto eu”, explicou.

Bale também aproveitou a entrevista para elogiar colegas de elenco, tais como Natalie Portman e Tessa Thompson. “O Taika [Waititi] criou um elenco fenomenal. Todos são incríveis, mesmo aqueles que eu não estou mencionando. Poucas pessoas sabem equilibrar humor e emoção como o Taika. Ele conseguiu fazer um trabalho incrível, e todos estamos empolgados”, encerrou.

“Thor: Amor e Trovão” estreia, nos cinemas, nessa quinta-feira (7).

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.