Cinema

Piada sobre Kylo Ren é deletada de “WiFi Ralph”

De acordo com um recente entrevista concedida pelos diretores de “Ralph Breaks the Internet”, Rich Moore e Phil Johnston, uma piada sobre Kylo Ren, vilão da franquia “Star Wars”, foi proibida pela Lucasfilm e deletada da animação.

“Em um certo momento do filme, a gente fazia uma piada em que comparava o Kylo Ren a uma criança mimada”, afirma Moore. “Então, nós fomos até a Lucasfilm e dissemos o que estávamos fazendo. E eles responderam que prefeririam que a gente não o mostrasse como uma criança mimada. Alegaram que ele era vilão da franquia. Nós decidimos respeitar a posição deles”, continuou o diretor.

“Isso faz parte do processo. O motivo de usar personagens de outros filmes no nosso é homenagear cada um deles, de uma forma divertida”, disse Johnston ao IGN. “O C3PO, por exemplo, aparecerá como mordomo de uma princesa”, descreveu ele entre risadas.

Apesar da proibição da Lucasfilm, Stormtroopers serão mostrados no filme. Outras personagens como Buzz Lightyear, Nick Wilde e todas as princesas da Disney irão aparecer na animação, que chega aos cinemas americanos em 21 de novembro.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.