Cinema

Projeto de “Star Wars” é adiado por causa de divergências criativas

Há pouco mais de uma semana, a notícia do adiamento indefinido da produção e consequente estreia de “Star Wars: Rogue Squadron” pegou muitos fãs da franquia de surpresa. Na ocasião, comentou-se que a agenda da diretora Patty Jenkins estava tumultuada e que ela precisaria encerrar seu envolvimento com “Mulher Maravilha 3”, da Warner Bros, e com um filme sobre Cleópatra, da Paramount Pictures, para começar, de fato, os trabalhos com a Lucasfilm.

Agora, uma nova informação surge, e, de acordo com Matthew Belloni, ex-editor do The Hollywood Reporter, o motivo do adiamento não está relacionando à agenda de Jenkins, mas a diferenças criativas entre ela e o estúdio. “A Jenkins não queria ceder, e ela tem outros projetos, então optou por aqueles onde tem mais liberdade criativa”, publicou Belloni.

Essa não é a primeira vez que um projeto da Lucasfilm é adiado ou mesmo cancelado por divergências criativas. Em 2016, Tony Gilroy foi escalado para rever a primeira versão de “Rogue One: A Star Wars Story”, cuja responsabilidade estava com Gareth Edwards. Em 2018, Phil Lord e Chris Miller foram substituídos por Ron Howard, em “Solo: A Star Wars Story”. O engavetamento de uma nova trilogia comanda por Rian Johnson, que dirigiu “Star Wars: The Last Jedi”, também foi provocado pelo mesmo motivo, assim como a desistência de David Benioff e Dan Weiss, de “Game of Thrones”, de dirigir uma nova produção da franquia. Insiders afirmam que a visão e estratégias de Kathleen Kennedy, Presidente do estúdio, costumam dificultar o desenvolvimento de novas histórias.

Até o momento, a Lucasfilm não se pronunciou a respeito da informação divulgada por Belloni e, por isso, não se sabe se o projeto de Jenkins continua apenas indefinido ou se está cancelado.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.