Tokyo Disney Resort

Resort reduz capacidade e paralisa venda de ingressos

Pouco menos de um mês do encerramento do estado de emergência em Chiba, onde está Tokyo Disney Resort, os casos de COVID-19 apresentaram um aumento, e as autoridades locais anunciaram o retorno de alguns protocolos de segurança como forma de impedir uma quarta onda do vírus em algumas localidades. Com isso, a Oriental Land Company divulgou, nesta segunda-feira (19), que irá voltar a reduzir a capacidade dos dois parques do complexo.

Para ajudar a gerenciar a quantidade de pessoas em Tokyo Disneyland e no Tokyo DisneySea que, mais uma vez, será de apenas 5 mil guests por dia, a venda de novos ingressos foi paralisada. Além disso, entre 20 de abril e, pelo menos, 11 de maio, os parques abrirão às 9:00 e fecharão às 20:00, o que representa uma hora a menos no funcionamento do DisneySea. “Essa decisão se baseia nas medidas adotadas pela Prefeitura de Chiba para prevenir a disseminação do novo Coronavirus“, explicou a OLC.

Por enquanto, nenhuma alteração nos horários de shows e paradas foi anunciada. A “Dreaming Up!”, por sinal, voltou a ser apresentada, nesta segunda (19), em Tokyo Disneyland, após uma pausa de quatorze meses.

Capacidade

Entre 8 de janeiro e 21 de março de 2021, quando o estado de emergência foi encerrado, os parques de Tokyo Disney Resort operaram com a capacidade super reduzida, recebendo apenas 5 mil pessoas por dia. Logo após o fim do decreto, o complexo dobrou a quantidade de visitantes para 10 mil. No dia 1 de abril, passou a receber 20 mil e deveria ter voltado a operar com 50% do seu potencial nesta segunda (19).

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.