Cinema

Revista apresenta mais detalhes de “Soul”

Saindo na frente mais uma vez, a Entertainment Weekly teve acesso, em primeira mão, a fontes da Pixar e obteve mais detalhes de “Soul”, um dos dois filmes do estúdio que serão lançados em 2020.

O filme vai contar a história de Joe Gardner, que sonha em ser músico e acha que nasceu para isso. Ele é um professor que “viveu toda a sua vida pensando que estava destinado a fazer apenas isso [música], em detrimento de todas as outras coisas”, afirmou Kemp Powers, escritor do longa.

Após conseguir o emprego dos sonhos, Joe morrerá inesperadamente. Sua alma, então, irá para a “You Seminar”, um espaço celestial onde as almas são criadas, e personalidades, desenvolvidas antes de enviadas para um corpo.

No seminário, Joe irá conhecer 22, uma alma que detesta os humanos e evita a Terra. Segundo o diretor Pete Docter, “ela é uma adolescente cheia de atitude”. Tina Fey irá interpretar a personagem. Em um dado momento, Joe e 22 irão se unir para devolver a alma do músico ao seu corpo e acabarão por embarcar em uma jornada por reinos cósmicos.

“Mais uma vez, nós vamos levar o público a um lugar onde ninguém esteve antes”, disse a produtora Dana Murray.

De acordo com os produtores da animação, o filme terá semelhanças com “Viva – A Vida é uma Festa” e “Divertidamente”, mas de uma maneira inédita. Mais uma vez, o estúdio tratará de temas complexos como personalidade e composição da alma humana, e promete encher a cabeça do público com questionamentos que, certamente, cada um já se fez ao longo da vida. Ao final do desenho, muitas dessas respostas serão encontradas, revela Docter.

“Soul”, que ainda não tem tradução oficial para o Português, chega aos cinemas brasileiros em julho de 2020. Nos Estados Unidos, estreia no dia 19 de junho.