Variadas

Prejuízo é registrado no segundo trimestre de 2021

A The Walt Disney Company realizou um evento, nessa quinta-feira (13), em que apresentou os resultados financeiros do segundo trimestre do ano fiscal de 2021. De acordo com o CEO da companhia, Bob Chapek, a receita gerada durante o período foi de US$ 15.6 bilhões, um pouco abaixo da projeção que era de US$ 16 bi. A divisão responsável pelos parques temáticos sofreu uma perda de US$ 974 milhões. Os complexos americanos, Disneyland Resort e Walt Disney World Resort, tiveram um prejuízo de US$ 587 mi enquanto os internacionais foram os responsáveis pelo restante do valor, cerca de US$ 387 milhões. Como um todo, a Disney Parks, Experiences and Products perdeu US$ 1.2 bilhão no mais recente trimestre.

“Como um resultado da COVID-19, Disneyland Resort e Disneyland Paris Resort estiveram fechados [durante o período em questão], e nossos cruzeiros, suspensos durante todo o trimestre. Hong Kong Disneyland Resort só esteve aberto por, aproximadamente, 30 dias enquanto no trimestre anterior foram apenas 25 dias de funcionamento. Walt Disney World Resort e Shanghai Disney Resort estiveram ambos abertos, mas com a capacidade reduzida de forma significativa”, explicou a empresa.

A expectativa para o atual trimestre é que a receita da divisão de parques comece a aumentar, principalmente, devido à reabertura de Disneyland Resort e ao aumento da capacidade de Walt Disney World Resort. Além disso, em julho, um dos navios da companhia voltará a navegar no Reino Unido, e Disneyland Paris Resort poderá retomar as atividades antes disso.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.