Disneyland Resort

“Tale of the Lion King” retorna, nesse fim de semana, a Disneyland Resort

Depois de mais de dois anos sem shows noturnos por causa dos protocolos de segurança impostos pela pandemia, Disneyland Resort retomou alguns de seus espetáculos no final de abril. Na ocasião, o “Disneyland Forever”, o “World of Color” e a “Main Street Electrical Parade” voltaram a ser exibidos. Nesse sábado (28), será a vez de “Fantasmic” retornar ao Rivers of America, no principal parque. Também nesse fim de semana, Disneyland vai receber, pela primeira vez, o “Tale of the Lion King”, que foi lançado em 2019, mas foi apresentado no Disney California Adventure.

Para o retorno ao complexo e estreia em Disneyland, o palco precisou ser alterado, assim como o sistema de áudio e iluminação. O enredo, entretanto, continuará sendo o mesmo, e, na atração, um grupo de viajantes é responsável por contar a história de Simba através de uma adaptação única de “O Rei Leão”. “Para fazer essa transição de um pequeno palco externo no Disney California Adventure para o magnífico Fantasyland Theatre, em Disneyland, nós tivemos que incorporar uma novidade. Projeções únicas foram criadas para dar vida a alguns aspectos da história durante a apresentação”, afirmou Susana Tubert, uma das responsáveis pelo show. “Ao fazer isso, nós vamos, visualmente, representar a fábula que está sendo contada pelos Storytellers of the Pride Lands. Nosso espetáculo vai emocionar o público enquanto apresenta um mundo vibrante de luzes e sons que é, ao mesmo tempo, leal à cultura que representa e único no estilo que só a Disney tem”, acrescentou.

“Tale of the Lion King” Presented in Fantasyland Theatre at Disneyland Park

O “Tale of the Lion King” é narrado pelos chamados “Storytellers of the Pride Lands”, um grupo de viajantes que conta a história de um pequeno filhote de leão que se transforma em rei da sua própria terra. Enquanto os visitantes descobrem a jornada de Simba, eles assistem a uma coreografia exclusiva e ouvem canções, com novos arranjos, como “Circle of Life, “Hakuna Matata” e “Can You Feel the Love Tonight”. O show ainda conta com diálogos em Swahili, que honram as verdadeiras raízes da fábula.

“O enredo do Tale of the Lion King mostra esse grupo de viajantes que vão de vila em vila para contar essa história que tem sido narrada há várias gerações. Vê-la ganhar vida através dos nossos cantores e grupo de dez dançarinos é incrível”, disse Paul Bryant, diretor da apresentação. “Meu trabalho enquanto coreógrafo não é apenas criar um movimento, mas trabalhar com o diretor para contar uma história. É sobre a experiência que as pessoas terão e como manter sua autenticidade. O que fizemos, então, foi História ao termos um elenco formado apenas por integrantes afro-americanos. Ter a habilidade de fazer isso significa contar uma história de um jeito que apenas nós, afro-americanos, podemos fazer. Isso é muito importante. Nós não queremos excluir ninguém, mas eu penso que seja algo importante. É um presente para todos nós que temos tido a chance de partilhar esse processo”, acrescentou Kevin Wilson, responsável pela coreografia do musical ao lado do irmão, Marcel Wilson.

“É muito emocionante ver essa história ganhando vida. Essa não é a peça da Broadway, não é o filme. Somos nós contando a nossa história. Ser representado da forma que somos representados é emocionante. Eu espero surpreender a audiência e que todos possam dizer ao final: Uau. A Disney se superou, mais uma vez“, encerrou Bryant.

O “Tale of the Lion King” será a primeira experiência do “Celebrate Soulfully”, que retorna a Disneyland Resort no dia 1 de junho. Até 4 de julho, os visitantes do complexo poderão assistir ao show e ainda conferir outras atrações que celebram a cultura afro-americana.

“Tale of the Lion King” Presented in Fantasyland Theatre at Disneyland Park
“Tale of the Lion King” Presented in Fantasyland Theatre at Disneyland Park

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.