Walt Disney World Resort

Taxa de ocupação em hotéis diminui em WDW

Apesar da recente declaração de Bob Chapek, CEO da The Walt Disney Company, de que o complexo de Walt Disney World continuava com alta demanda, e a variante Delta não estava impactando tanto a procura, a taxa de ocupação nos hotéis do resort vem caindo, nas últimas semanas. De acordo com informações de bastidores, não confirmadas pela companhia, os números têm caído em cerca de 10% a cada semana devido ao vírus, que segue se espalhando pelos Estados Unidos e, em larga escala, na Flórida.

“Sobre a variante Delta, nós vemos uma forte demanda em nossos parques, a qual continua. O principal ruído que estamos percebendo é o cancelamento de grupos ou conferências. No momento, estamos vendo níveis de frequência acima dos registrados no terceiro trimestre, que já foram muito bons. Ainda estamos otimistas quanto aos nossos parques no futuro”, disse Chapek, na última quinta-feira (12), durante anúncio dos resultados financeiros da empresa no terceiro trimestre fiscal de 2021. A declaração, porém, pode ter sido apenas uma estratégia para não assustar o mercado, acionistas e investidores, afinal de contas fontes internas revelam que a expectativa do complexo era de que 93% dos quartos de hotéis de WDW estivessem preenchidos no próximo fim de semana, por exemplo, entretanto é, agora, de apenas 65%. A variante Delta está, sim, impactando o Turismo, e muitas pessoas já não se sentem mais tão seguras em retornar aos parques temáticos.

Para as próximas semanas, a procura por WDW deverá diminuir não apenas por causa do vírus, mas também devido ao início do ano letivo. A exibição das festas de Halloween poderá manter uma certa demanda no mês de setembro. Já em outubro, a expectativa é que o início da “The World’s Most Magical Celebration” leve mais pessoas para os parques, mesmo que a festa preparada não esteja à altura dos 50 anos do resort.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.