Disney+

Variante de Loki retornará ao MCU?

A menos de doze horas para o lançamento do último episódio de “Loki”, que promete muitas surpresas e discussões nas redes sociais, os fãs querem saber se a versão mais velha de Loki, interpretada por Richard E. Grant, retornará ou não ao MCU. Quem assistiu ao quinto capítulo sabe exatamente o que aconteceu com a personagem. Em recente entrevista concedida ao ET, o ator afirmou que não sabe o que a Marvel Studios pretende fazer com o Old Loki, mas que aceitaria interpretá-lo mais uma vez. “Como todo mundo sabe, tudo é possível. Eu acho que, por conta de seu sacrifício e a importância disso, ele sai de cena com um grande impacto. Como você melhora isso, caso ele volte? Eu não tenho ideia! Você sabe, não tem nada a ver com a minha área adivinhar isso. Se me perguntassem se eu voltaria, pode escrever aí, eu não iria dizer que não”, disse.

Sobre as cenas finais da personagem, Grant também comentou a respeito do esforço que precisou fazer durante as gravações. “A câmera estava em uma espécie de braço de lança que estava na sessão mais alta do estúdio. Eu precisava seguir a minha marca, e eu acredito que eles tinham umas três ou quatro máquinas de vento para empurrar tudo que tivesse na frente pra fora. E eu pensei que graças aos capacetes, elmos e chifres, que precisavam ser bem apertados na cabeça, pouco vento acabou soprando em mim. Eu fiquei muito agradecido por isso”, brincou ele, que ainda acrescentou que aproveitou bastante a filmagem da sequência. “[Toda a emoção da cena] estava, literalmente, escrita no roteiro: Ele está rindo muito e rapidamente sua expressão quebra para o perigo iminente, pela sua morte catastrófica dentro da boca do Alioth. Foi bem marcante poder simplesmente atuar nessa cena, então, eu aproveitei muito”, completou.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.