Disney+

Veja os easter eggs de “Luca”

Depois de vários meses de espera e expectativa, “Luca” estreou, no Disney+, na última sexta-feira (18), e segue disponível para todos os assinantes da plataforma, que não precisam pagar nenhum valor extra para assisti-lo. O filme, que conta mais uma história inédita criada pela Pixar, mostra as aventuras de Luca e seu mais novo amigo, Aberto. Ambos são criaturas marinhas que, movidos por um sonho em comum, decidem ir até à Portorosso, chamada de vila dos humanos, um lugar onde nem todos são bem vindos.

A animação tem dividido opiniões nas redes sociais. Enquanto muitos avaliam que o enredo deveria ter sido melhor construído e que o sotaque de todas as personagens deveria ser italiano, todos são unânimes em elogiar o visual e a trilha sonora da produção. No Rotten Tomatoes, ela está com 88% de aprovação por parte do público, percentual menor que o da crítica, que continua em 89%. O desenho também tem sido apontado, pela maioria das pessoas, como engraçado e divertido. Apesar de menos profundo que “Soul”, por exemplo, o longa possui personagens cativantes, que não demoram a conquistar o coração dos telespectadores. E como um típico filme da Pixar, também possui bastante emoção e easter eggs difíceis de serem percebidos.

Easter Eggs

Como a história de “Luca” se passa na década de 50, na praça de Portorosso, há um pôster de “20.000 Léguas Submarinas”, que estreou em 1954 e foi uma produção da Disney, inspirada no clássico de Jules Verne.

Também na praça, há uma referência a Federico Fellini, uma das maiores influências do diretor Enrico Casarosa. Um pôster de “La Strada” está afixado em uma das paredes, mas não é só isso. Um dos barcos de pesca que aparecem é chamado de “Gelsomina”, que é como se chama a protagonista da mesma produção.

Por falar em barcos de pesca, há um outro chamado de Elena, que é o nome da avó de Miguel, em “Viva – A Vida é uma Festa”.

Quem também aparece em “Luca” é Pato Donald, que é visto em uma pelúcia no quarto de Giulia. Lá também está um livro que faz referência a Pinóquio, que, mais tarde, aparece em um dos sonhos do protagonista.

Em todos os filmes da Pixar criados até o momento, o caminhão de entregas do “Pizza Planet” está escondido em algumas das cenas. Em “Luca” não é diferente, mas, devido à época em que a história se passa, os animadores precisaram ser criativos e transformaram o veículo em um clássico italiano, que aparece, rapidamente, nos momentos finais do longa, durante a “Portorosso Cup”. É em uma dessas sequências também que se esconde a Luxo Ball, a bola que é usada como mascote do estúdio.

Muitos não sabem, mas o primeiro curta-metragem da Pixar se chama “Luxo Jr.”. Criado e dirigido por John Lasseter, ainda em 1986, o filme de apenas dois minutos, mostra um abajur de escrivaninha tomando conta de um outro enquanto este brinca com uma bola. Desde sua primeira aparição, a Luxo Ball tem estado presente em todos os filmes do estúdio, sem exceção.

Quem também tem estado em todas as produções da Pixar é uma referência à sala de aula do Instituto de Artes da Califórnia onde vários dos mais importantes animadores do estúdio estudaram. Em “Luca”, o número “A113” aparece no bilhete de trem que Alberto entrega a Luca. Na mesma sequência, uma outra referência é usada. Na frente do trem em que o protagonista embarca, há a inscrição 94608, que é o código postal da sede da Pixar Animation Studios em Emeryville, na Califórnia.

O diretor Casarosa ainda indicou, em uma entrevista recente, que uma das cenas guarda uma referência à próxima animação da Pixar, “Turning Red”, mas não especificou onde ela estaria.

Sobre o autor

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto

Patriolino Ribeiro Neto é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Fortaleza. É também graduado em Jornalismo, área em que atua há mais de dez anos. Em 2008, a estreia na televisão ocorreu quando passou a comandar um telejornal esportivo. Viajar sempre foi uma paixão, tornando-se parte do seu trabalho em 2009. A curiosidade pela Disney o inspira desde pequeno. Muito cedo, começou a frequentar os complexos de parques temáticos da empresa ao redor do mundo e, até hoje, os tem como destinos preferidos. Dentre os seis resorts, Walt Disney World e Disneyland são seus prediletos.